Politica Eclesiástica Para Conservadores Campanha Da Fraternidade Dom Tomás Balduíno No Inferno, uma novela piedosa Grande Biblioteca Sobre Comunismo
Este artigo corrobora com uma conclusão que cheguei há algum tempo: os Cleaners usam hiper-lealdade islâmica pública ao papado nas Redes Sociais para compensar a TREMENDA CONFUSÃO ESPIRITUAL e patológica em que vivem seu catolicismo. Uma pessoa equilibrada entende as estocadas e ironias num assunto delicado porque ela mesmo não tem problemas internos sobre isso.

Mas se sua religião é um caco, sua fé é superficial, seu entendimento é pouco e sua fortaleza é papel de seda, qualquer risco na imagem do Macho Alpha em Roma (não um homem, não um pontífice, mas um Superman para eles) você fica histérico, como projeção de suas dúvidas e patologias.

http://www.sciencealert.com/dark-humour-could-be-a-sign-of-superior-intelligence

Nenhuma lei é abstrata e desce das núvens. Ela sempre vem atuar numa situação concreta. 


Por exemplo, toda legislação eleitoral super-restritiva para propaganda veio beneficiar aos donos do poder. Quem está no governo já tem o governo para se divulgar. Mas quem está fora conta apenas com propaganda. Menos propaganda, menos chance para a oposição. E renovar pra quê, se a esquerda já está no poder? Como disse Lênin, a democracia é um bonde em que você salta dele ao chegar em seu destino.

É bobagem mais Estado para a solução dos problemas dos presídios. Os presídios já tem Estado, e estes Estados estão em briga. Se o governo oficial não comanda o crime organizado toma conta, o PCC É O ESTADO. O que há lá não é briga de facções, são lutas entre dois estados, o PCC e o CV-FDN.

Os desembargadores dos Tribunais de Justiça ficam feitos siris na lata quando descobrem algum "Tribunal do Crime" passando sentença contra criminosos e pontificando proibições à estupros e roubos. Os togados morrem de ciúmes da concorrência com seus tribunais. Pois é, mas de tanta moleza que a Justiça dá para o crime, o crime mesmo faz sua Justiça. Não reclamem, meretíssimos juízes, a Natureza odeia o vácuo, alguém sempre toma o lugar.

Numa favela, onde ninguém tem nada, o "Dono da Boca" resolve tudo. Nas cidades, a burocracia do crime organizado chega ao ponto de haver "chefes" de ruas, numa subdivisão organizacional invejável. O crime é organizado, e muito bem organizado.

Resta ao crime organizado da facção criminosa chamada de Governo Federal em Brasília apenas olhar com ciúmes para a qualidade do Estado do PCC.
Estou, como percebem, realmente desistindo aos poucos do Facebook. Vejam só, uma conta simples: nos dias em que escrevo um único post, tenho umas 100-120 curtidas. Se escrevo três, 30-40 curtidas.

Ou seja, o Zucker-algoritmo controla a sua exposição. Você vai levar aquelas cotas de curtidas por dia. Se você escreveu algo muito bom, ao dar a cota a exposição é deprimida. Se escreveu ruim, a exposição continua porque ainda não deu. Quer que mais gente leia, então pague.

Da mesma maneira as descurtidas. Volta e meia a gente pisa nos calos de algum moleque de sexualidade mal formada que se julga a última bolacha do pacote do magistério infalível católico, ele faz campanha com seus seis amigos (não passa disso!) para descurtir a página com chantagem sentimental. Muito bem, se alguém começar a levar descurtida vai desistir do Face, o que é ruim para os negócios. Então o algoritmo nos dias seguintes aumenta sua exposição. Por dia eu ganho 1-2 curtidas orgânicas, mesmo sem escrever nada, mesmo escrevendo muito. Quer mais, então pague. E no dia em que você é particularmente brilhante e atrái mais pessoas, a exposição é deprimida nos dias seguintes. No final tende à média. Capaz até da minha média ser menor que a média porque sou anti-esquerda.

Acabou a meritocracia. Não precisa de mensagem. Não precisa de conteúdo. E não estou nem entrando no mérito da censura esquerdista que o facebook (e google) farão nas "notícias falsas" (sic), ou seja, coisas que a esquerda e sua mídia não gosta.

Sem contar os rastreamentos que eles fazem e você não se dá conta. Após citar num comentário o livro do Malachias Martin, a Casa Varrida pelos Ventos, a História de um papa que é pressionado pelo globalismo a adotar a agenda deles no Vaticano ou renunciar, as propagandas deste livro na Amazon pulularam em todas as minhas timelines, meus seguidores e inclusive máquinas que não tem a ver com esta conta. Nem a KGB em toda sua glória tinha esta visão. Mas não precisa mais, o Facebook e o Google entregarão de bandeja estas informações.

Essa garotada de aparente espírito crítico que no Youtube e Face truca a estética e mensagens dos novos filmes da Disney (ie, Pixar, Marvel, Star Wars) parece ser muito crítica contra esses conglomerados esquerdistas oligopolistas da comunicação porém este ódio anti-corporativo foi insuflado neles pela própria esquerda americana nas escolas. 


Assim é a hegemonia da esquerda, dá no ferro e na ferradura. Usa as corporações para ensinar seus valores de esquerda à população mas ao mesmo tempo ensina à população à odiar as corporações supostamente "capitalistas". Usa a mídia para manipular mas ensina a detestá-la enquanto empresa.


Um dia acabará a Disney, descartada como um papel higiênico perfumado e de folha dupla, mas incorrigivelmente usado. Acabarão a MSNBC, a CNN, a Time Warner e a Viacom. Mas a esquerda estará triunfante até para culpar seus agentes por seus crimes.


Merecido. Somos castigados pelo que pecamos, ensinou Salomão.

E
O #STF pode muito contra os fetos e embriões, que podem pouco. Mas pro Renan Calheiros afinaram como covardes que são. É o paradigma da toga suja de Pôncio Pilatos, juiz que fez muito contra um homem torturado e fraco de tanto apanhar, mas para os fortes senadores do Sinédrio judeu se acovardou.