ATUALIZADO - CNBB elogia comunista e toma surra de doutrina católica no Facebook ou FEBEAICA II - Festival de Besteiras que assolam a Igreja Católica

/
10 Comentários
Todas as imagens abaixo são print screen desta foto. A notícia é esta, que Dom Leonardo Steiner, disse que o falecido fundador do PT e PSOL, o notório comunista Plínio de Arruda Sampaio foi exemplo de cristão. Só se for de mau cristão, de cristão excomungado. E a frase de Santo Agostinho, de que a ira de Deus se manifesta na indignação dos homens de bem, foi confirmada totalmente. Confira:


















NOTA: Deus pague cento por um aos católicos corajosos que escreveram acima. Parabéns a todos os cristãos que honram seu batismo que estão mostrando à CNBB comunista a verdadeira doutrina da Igreja. Se você não comentou, comente. Vamos mostrar a estes bispos apóstatas que ainda existem católicos no Brasil e que eles não vão escapar impunes do julgamento de Deus nem da denúncia profética dos seguidores da cruz. Leiam e comentem antes que apaguem, está muito recompensador. O que estes comunas excomungados podem fazer conosco? Se Deus é por nós, que será contra nós????

Ainda assim, se alguém não quiser ter seu nome retratado acima para evitar perseguições, eu passo uma tarja, basta me escrever.

A propósito, não podemos parar aqui. Enquanto não chegar aqui, na Congregação para a Doutrina da Fé, não podemos parar!

Endereço: Palazzo del Sant’Uffizio, 00120 Città del Vaticano.
E-mail: cdf@cfaith.va



No dia de Nosso Pai São Bento, completa-se a infâmia da CNBB e a apostasia de seu secretário geral, Dom Leonardo-Boca de Latrina -Steiner. Eles fecharam o post para comentários e apagaram diversos dos comentários que salvei acima.

Obviamente corri lá e salvei o que ainda dava para salvar. Divirtam-se:











A propósito, desafio publicamente Dom Leonardo Steiner a retrucar os comentários acima. 



Cofiram também o artigo de Rodrigo Constantino:


O foco é a CNBB mesmo, cada vez mais tomada pelos bispos vermelhos. A infiltração da Teologia da Libertação já é quase total. Para quem não sabe, a Teologia da Libertação é aquela que casou Jesus com Marx, dando clara preferência ao último, e tem em Leonardo Boff um grande ícone. É tanto bispo comunista ali, que o certo seria mudar o nome e passar a chamá-la de Conferência Nacional dos Bispos Bolivarianos. Vade Retro!


Você também pode gostar

10 comentários:

  1. ATESTADO PÚBLICO DE ADESÃO AOS COMUNO-MARXISTAS DA CNBB!
    VOTAR EM PARTIDOS COMUNISTAS COM O ABORTO COMO PROGRAMA OFICIAL DE GOVERNO GERA EXCOMUNHÃO AUTOMÁTICA DA IGREJA AO CATÓLICO CIENTE DESSE VETO!
    Os partidos políticos que têm o aborto como plano oficial de governo como PT, PC do B, PSOL, PSTU, PV, PCB, PCO etc - aos católicos que já foram informados sobre as restrições de apoio aos comunistas, leram isso - geram-lhes pois excomunhão automática da Igreja, apesar disso os apoiam, se associam ou votam em seus candidatos, além disso, os 10 últimos papas até Bento XVI têm duras condenações aos marxistas, simpatizantes e apoiadores.
    Aliás, em visita a Erfurt, antiga Alemanha oriental, o saudoso Bento XVI intitulou aos irmãos gemeos filhos do mesmo pai e mãe, os comunistas/nazistas/fascistas de "chuvas ácidas"; ao comunistas "pestes vermelhas" e aos nazistas e fascistas de "pestes negras".
    O papa Leão XIII: Os comunistas, socialistas e niilistas são uma peste mortal que como a serpente se introduz por entre as articulações mais íntimas dos membros da sociedade humana, e a coloca num perigo extremo... Encicl. QAM - sendo essas condenações extensivas aos apoiadores e colaboradores.
    Em 1949, a Congregação do Santo Ofício – hoje Congregação para a Doutrina da Fé-CDF – publicou um documento para solucionar as dúvidas dos fiéis da Igreja Católica:
    1 - É permitido aderir ao partido comunista ou favorecê-lo de alguma maneira?
    Não. O comunismo é de fato materialista e anticristão; embora declarem às vezes em palavras que não atacam a religião, os comunistas demonstram de fato, quer pela doutrina, quer pelas ações, que são hostis a Deus e à verdadeira religião e à Igreja de Jesus Cristo.
    2- É permitido publicar, divulgar ou ler livros, revistas, jornais ou tratados que sustentam a doutrina e ação dos comunistas ou escrever neles?
    Não, pois são proibidos pelo próprio direito (remissão ao Codex Iuris Canonici, CIC, 1.399, de 1917).
    3 - Fiéis cristãos que consciente e livremente fizeram o que está em (1) e (2), podem ser admitidos aos sacramentos?
    Não, seguindo os princípios ordinários determinando a recusa dos sacramentos àquele que não tem a disposição requerida. Fiéis cristãos que professam a doutrina materialista e anticristã do comunismo, e sobretudo os que as defendem e propagam, incorrem pelo próprio fato, como apóstatas da fé católica, na excomunhão reservada de modo especial à Sé Apostólica?
    Sim.
    Em 1959, a Congregação do Santo Ofício complementou as determinações fixadas anteriormente: Questão. É permitido aos cidadãos católicos, ao elegerem os representantes do povo, darem seu voto a partidos ou a candidatos que, mesmo se não proclamam princípios contrários à doutrina católica e até reivindicam o nome de cristãos, apesar disto se unem de fato aos comunistas e os apoiam por sua ação?
    Não, segundo a diretiva do Decreto do Santo Ofício de 1º. de Julho de 1949, n.1 [3865]. [2].
    Embora faça referência ao Código de Direito Canônico de 1917, as orientações publicadas pela então Congregação do Santo Ofício não foram revogadas com o Código de 1983, que no cânon 1364, §1, reza: O apóstata da fé, o herege ou o cismático incorre em excomunhão latae sententiae.
    Portanto, de acordo com a questão n. 4 e sua respectiva resposta (Documento de 1949), o fiel cristão que “professa”, que “defende” e “propaga” o Comunismo – esteja ele filiado a partidos, organizações ou instituições nominalmente comunistas ou às que, embora não estampem tal insígnia, preservam no seu interior as teses comunistas [3]; ou que vota nos candidatos comunistas ou em seus aliados (Documento de 1959) – este fiel está automaticamente excomungado [4].
    Mas, para que haja a excomunhão imediata é necessário que o fiel tenha a consciência de que a sua conduta é condenada pela Igreja Católica e que, mesmo ciente, persista no erro – em outras palavras, é necessário haver “contumácia”, obstinação, teimosia.

    ResponderExcluir
  2. Não é de se espantar que essa entidade (no sentido demoníaco da palavra) tem, em seu edifício, um escritório das "Católicas pelo direito de decidir", abortistas de primeira hora.

    ResponderExcluir
  3. Será que a CN"B"B pensa que o povo católico é tão burro e ignorante quanto a corja petista? Jesus..... volta logo por favor; estão querendo acabar com Sua Igreja!!!

    ResponderExcluir
  4. Tem canalhas que não sabem que os leigos tem perfeita noção que a grande parte dos Bispos da CNBB são apostatados da fé verdadeira e ligados à esquerda radical.

    ResponderExcluir
  5. A CNBB apagou os posts. Tinha mais de 300. Sumiram!!!

    ResponderExcluir
  6. ... tem informação que muito comunista e socialista precisa saber... até mesmo os católicos mais fervorosos... nos países comunistas ou socialistas o Cristianismo e o Catolicismo é bem mais fervoroso e autêntico que em muitos países defensores destes credos... naquela época as novas lideranças decidiram apenas que o ESTADO era ATEU mas as pessoas eram livres para assumir suas convicções religiosas... tempos depois grande parte dos países ocidentais mudaram apenas a expressão ESTADO ATEU para ESTADO LAICO que é a mesma coisa... na verdade somos todos ludibriados por discursos de cunho e interesse político... na União Soviética tem Católicos Ortodoxos (independentes de Roma) tais quais os Católicos Apostólicos Romanos (dependente de Roma) no mesmo grau e quantidade do resto do mundo, adorando os mesmos santos e anjos como manda a tradição católica!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta bobagem! Este fake ai deve ser parente do Staney Burburinho...

      As pessoas eram livres para decidir suas convicções religiosas? Estou me cagando de rir. Os cristãos SÃO MORTOS hoje em dia na Coréia do Norte por serem cristãos. Os cristãos eram enviados ao GULAG na Uniao Soviética. Em arquipelago Gulag Solzenytsin cruzou com varios cristaos, catolicos e evangelicos, cujo unico crime era ter uma Biblia em casa. E as igrejas destruídas? Basta ver os filmes de Sergei Eisenstein da época... E os padres presos? E o metropolita da Russia perseguido? Mais tarde Stalin, se borrando de medo da invasao alema, permitiu que uma Igreja marionete russa retornasse, e esta igreja marionete está ai até hoje com o Putin...

      O papa JP2, então padre, na Polonia, que era um pouco mais tolerante (porque nao conseguia perseguir, nao porque queria) tinha de dar catecismo EM SEGREDO. E o Beato bispo da Romenia, Antonio Durkovici, morto pelos comunas de Ceausescu?

      Ah, serio que existem igrejas católicas orientais independentes de Roma? Serio? Nao sabia disso desde o século IV...

      Outra coisa, catolico de merda você é, CATOLICOS NAO ADORAM SANTOS NEM ANJOS, MENTIROSO, PETRALHA DE UMA FIGA! AQUI VOCÊ NÃO SE CRIA!

      Excluir
    2. Stenio,

      “Ninguém pode ser, ao mesmo tempo, bom
      católico e verdadeiro socialista.” – Pio XII, encíclica
      Quadragesimo Anno.

      Certamente lá existiam e existem cristãos católicos fervorosos, na Coréia do Norte são condenados a morte, em Cuba vigiados de perto e maculados pelo sincretismo por influência do estado comunista. É desnecessário citar dados históricos sobre tudo o que ocorreu no estado comunista soviético.

      +++

      Com o aval de Dom Leonardo Steiner, bem se vê que boa coisa não pode ser. Para o ilustre secretário da CNBB, um exemplo de cristão na política é aquele que guarda a fé para si e, como “homem público”, age contrariamente aos princípios da mesma. Levar à vida pública as consequências do Evangelho é “triunfalismo cristão”, “já superado pela Igreja”. Ora, se a Igreja “superou” a missão de evangelizar a cultura, pergunta-se: Igreja para quê?

      Excluir
  7. Giuliano Fiorante12 de julho de 2014 10:38

    Fiquei feliz de ver vários comentários contra essa blasfêmia. Isso mostra que apesar de todo esforço, de toda ação de muitos na CNBB, ainda há quem seja fiel à Santa Igreja!! E o melhor de tudo, são pessoas jovens, que vão contra o mundo, dando a cara pelo magistério da Igreja. É espetacular!
    Chega desse câncer TL, adoradores de Baal-Boff e Baal-Betto.

    ResponderExcluir
  8. Acrescenta denuncia, como eu fiz, para Congregação para a Doutrina da Fé, a política da “mão estendida” ao comunismo pela CNBB condenada na carta encíclica Divini Redemptoris (1937) do papa Pio XI: foi no dia 03 de setembro de 2013, a CNBB, sob liderança do cardeal Dom Raimundo Damaceno Assis, lançou campanha por uma reforma política totalmente socialista junto os movimentos marxistas-leninistas, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terras (MST); União Nacional dos Estudantes (UNE), que apoia o governo venezuelano assassino do ditador comunista Nicolás Maduro e Central Única dos Trabalhadores, reduto de sindicalistas comunistas:

    http://www.cnbb.org.br/imprensa-1/noticias/12747-cnbb-sedia-lancamento-da-coalizao-democratica-pela-reforma-politica-e-eleicoes-limpas

    A Divini Redemptoris:

    http://www.vatican.va/holy_father/pius_xi/encyclicals/documents/hf_p-xi_enc_19370319_divini-redemptoris_po.html

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.